Dra. Sandra Franco

Consultoria
Direito médico e saúde
Saiba Mais
Cursos Saiba Mais

Novo tratamento imunoterápico pode combater o câncer

*Fonte: Saúde Online

Próxima edição do Grand Round do Hospital Moinhos de Vento debaterá o tema

Um medicamento pode impedir que as células cancerígenas não sejam identificadas pelos sistemas de defesa do corpo humano, deixando o tumor mais vulnerável à ação do sistema imunológico. Os resultados e perspectivas sobre essa novidade serão debatidos na palestra “Imunoterapia: uma revolução no tratamento do câncer?”. O evento acontece dia 26 de abril, das 12h15 às 13h15, no Hospital Moinhos de Vento.

O Nivolumab é a primeira desta nova classe de drogas liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), em 04 de abril, para tratamento de melanoma e de câncer de pulmão, quando outros tratamentos não tiveram sucesso. A expectativa é de que essa droga esteja disponível para uso no Brasil nos próximos três meses. Nos Estados Unidos, o Nivolumab e o Pembrolizumab já tem aprovação para o combate a melanomas, câncer de pulmão e de rim.

Segundo o chefe do Serviço de Oncologia do Hospital Moinhos de Vento, Sérgio Roithmann, a esperança é de que a nova imunoterapia seja um marco na cura da doença, que é tão desejada e necessária para a humanidade. Roithmann destaca que já existem resultados iniciais animadores em outros tipos de câncer, como o de cérebro, bexiga, estômago, linfomas e mama.

“Em geral, os anticorpos são administrados a cada duas semanas, diluídos em um soro na veia do paciente. A administração tem se mostrado bastante segura. É um método revolucionário, e os resultados iniciais são muito promissores”, ressalta o oncologista.

Os efeitos da droga são muito diferentes em relação à quimioterapia. Em vez de deprimir o sistema imunológico, são ativadas as defesas do organismo. Dessa forma, poupa os pacientes das complicações habituais, mas traz novos desafios a partir de uma maior atividade imunológica. “Os especialistas deverão estar treinados para reconhecer e tratar alterações de pele, intestinais, hepáticas e endocrinológicas que podem ocorrer”, avalia Roithmann.

O encontro também contará com a participação dos especialistas Guilherme Geib e Alessandra Morelle, médicos do Serviço de Oncologia da instituição. A atividade acontece no Anfiteatro Schwester Hilda Sturm. As inscrições são gratuitas e limitadas, devendo ser feitas no site www.iepmoinhos.com.br/eventos

Sobre o Grand Round

O programa realizado em parceria com a Johns Hopkins Medicine International visa a promoção de palestras para troca de conhecimento, na medicina e demais áreas da saúde, com a participação de profissionais de referência, tanto em nível nacional quanto internacional. Estimular discussão ampla e multidisciplinar de temas altamente prevalentes, procurando integrar conhecimento científico de ponta com estratégias práticas para pronta aplicação ao cuidado dos pacientes à beira do leito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *